Resumo da semana de 17 a 21 de agosto

Confira o que aconteceu nesta semana entre os dias 17 a 21 de agosto. As reportagens completas dos resumos que selecionamos podem ser acessadas através do link no final de cada resumo. 

Política 

Congresso derruba veto sobre uso obrigatório de máscara em escola e comércio

Deputados e senadores derrubaram, nesta quarta-feira (19), em sessão conjunta do Congresso Nacional, vários vetos do presidente Jair Bolsonaro à lei que aborda, entre outros aspectos, o uso obrigatório de máscaras durante a pandemia do coronavírus. Ao todo, foram 25 dispositivos vetados, entre os quais está a obrigatoriedade do uso de máscara em templos religiosos, estabelecimentos comerciais e industriais, escolas e locais fechados em que ocorra reunião de pessoas. Com a decisão, a exigência do uso de máscara será incluída no texto legal e a medida passará a valer. Confira o que mais foi vetado em DW

PGR apura supostos pagamentos entre JBS e Frederick Wassef 

Nesta quinta-feira (20), a Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu abrir um processo de apuração sobre supostos pagamentos feitos pela JBS para o ex-advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef. Em nota, a PGR disse ter solicitado informações ao Ministério Público do Rio de Janeiro pois teria identificado pagamentos feitos por meio do Conselho de Atividades Financeiras (Coaf). A revista “Crusoé” divulgou que Wassef teria recebido R$ 9 milhões da JBS. Leia mais em G1.

Presidente do Senado adia votação do Fundeb 

Davi Alcolumbre, presidente do Senado, transferiu, para a próxima terça-feira (25), a votação da proposta de emenda à Constituição (PEC) 26/2020, que torna permanente o Fundo de Desenvolvimento e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A decisão, segundo o relator da matéria no Senado, Flávio Arns, será benéfica para o debate da pauta. A proposta da PEC aumenta gradativamente a participação da União do Fundeb, passando dos atuais 10% para 23% no ano de 2026. Confira mais em Agência Brasil.

Economia

Programa de auxílio a micro e pequenas empresas é prolongado por 3 meses 

O prazo para normatização de operações de crédito no Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) foi prorrogado por três meses. O prazo encerraria nesta-quarta feira (19), mas o governo decidiu aumentar, considerando as demandas de crédito e as necessidades das micro e pequenas empresas para manutenção das atividades econômicas. A portaria que estabelece a nova data de encerramento foi publicada, nesta quinta-feira (20), no Diário Oficial da União. Leia mais em Agência Brasil.

Vladimir Kuhl Teles pede demissão do Ministério da Economia 

O subsecretário e responsável pela Política Macroeconômica, Vladimir Kuhl Teles, pediu demissão do Ministério da Economia e disse, em entrevista ao portal Terra, que sua saída já era esperada. Após várias demissões dos membros da equipe econômica do Governo Federal, o ministro Paulo Guedes passou a reconhecer a debandada da sua equipe. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério, o pedido de demissão de Teles foi por motivos pessoais e sua saída já estava combinada para acontecer em agosto. Leia mais no portal Terra.

Câmara mantém veto a reajustes de servidores 

Nesta quinta-feira (20), a Câmara dos Deputados manteve o veto presidencial aos reajustes salariais de servidores públicos até 31 de dezembro de 2021. Foram 165 votos contra o veto e 316 a favor. A medida abrange diversas categorias de servidores que atuam na linha de frente no combate a Covid-19. Em uma sessão do Congresso, na quarta-feira (19), os senadores derrubaram o veto do presidente Jair Bolsonaro. No entanto, para a derrubada definitiva de um veto, é necessária maioria absoluta em ambas as Casas. O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, defendeu a manutenção do veto e alegou que, enquanto servidores públicos continuam com salários integrais pagos em dia, o setor privado enfrenta uma série de dificuldades. Confira mais em Agência Brasil.

Saúde


Fiocruz lança projeto para ajudar no combate a Covid-19 em favelas do Rio 

O projeto “Conexão Saúde: de olho na covid” da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) foi lançado nesta quarta-feira (19). O objetivo do projeto é construir parcerias entre as lideranças das comunidades e instituições que possam auxiliar no atendimento local, fortalecendo o combate ao coronavírus nas favelas na Maré e em Manguinhos, no Rio de Janeiro. A proposta é desenvolver ações de vigilância em saúde, estratégias de distanciamento social, opções de teleatendimento, entre outros. De acordo com Valcler Rangel, coordenador do projeto, os bairros com alta e altíssima concentração de favelas têm maior letalidade pela Covid-19, sendo a população negra a maior parte entre as vítimas. Confira mais em Brasil de Fato

Cientistas dizem que ‘Sputnik V’ pode garantir imunidade contra a Covid-19 por dois 

A vacina russa desenvolvida pelo Instituto Gamaleya pode estimular imunidade contra a Covid-19 por 2 anos. Ela foi registrada na primeira quinzena de agosto e os resultados dos estudos não foram publicados, por isso está sendo vista com desconfiança pela comunidade internacional de saúde. O Gamaleya também anunciou que a vacina deve ser aplicada na próxima semana, em mais de 40 mil pessoas na Rússia. O governo do Paraná firmou uma parceria com o governo russo para o desenvolvimento da vacina, mesmo sem nenhum teste clínico aprovado pela Anvisa. Leia mais em G1.

Pesquisadores desenvolvem aparelho que detecta amostra de coronavírus 

Tecnologia que permite capturar amostras do novo coronavírus no ar para monitorar a segurança de ambientes com grande concentração de pessoas é desenvolvida por pesquisadores do Hospital das Clínicas (HC), da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP) e da startup Omni-electronica. De acordo com as informações, o Spiri (nome dado ao sistema) tem sensores integrados que captam o ar e enviam os dados para uma central que gera laudos online em tempo real. Com isso, os técnicos instruem o cliente sobre como melhorar o ar. Veja mais informações em Agência Brasil.

Até a próxima!
Equipe CN.

0 comentários