Resumão final de semana #12

Os resumos abaixo são do último final de semana, dias 08 e 09 de agosto. No final de cada resumo, você pode conferir a matéria completa no veículo de comunicação, clicando no link. 

Política

Queiroz depositou mais de 20 cheques em conta de Michelle Bolsonaro 

O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, depositou 27 cheques em conta de Michelle Bolsonaro, esposa do presidente Jair Bolsonaro. Os cheques somam R$89.000, de acordo com a quebra do sigilo bancário do policial militar aposentado, colocando em xeque a versão do presidente. Após a primeira-dama ter recebido R$ 24.000 em sua conta, Bolsonaro alegou que Queiroz havia feito 10 depósitos de R$ 4.000 para quitar um empréstimo de R$ 40.000, o qual não foi declarado em imposto de renda. Leia mais sobre o caso em EL PAÍS

Brasil atinge 100 mil mortes pelo coronavírus e Bolsonaro critica a Rede Globo 

Jair Bolsonaro criticou o editorial do Jornal Nacional (Rede Globo), onde foi apontado como culpado das 100 mil mortes pelo novo coronavírus no país. No Twitter, o presidente lamentou as mortes e criticou o isolamento social, mais uma vez. Em afirmações, Bolsonaro disse, sem citar nomes, que a rede de televisão só “espalhou pânico na população e a discórdia entre os Poderes” da República e que “desdenhou, debochou e desestimulou” o uso da cloroquina, remédio que, desde o início da pandemia, não teve eficácia comprovada contra a doença. Leia mais em UOL NOTÍCIAS

Governo gastou cerca de 54% da verba destinada no combate à pandemia 

O governo federal gastou, até o início de agosto, R$275,14 bilhões para financiar as ações de combate contra a Covid-19. Assim, do total de R$509,9 bilhões em despesas autorizadas, somente 53,95% do orçamento foi destinado. Os dados foram obtidos em consulta ao Sigla Brasil e, de acordo com a ferramenta, a ação do governo com maior desembolso até o momento é com o pagamento do auxílio emergencial. Confira a matéria completa no portal do G1

Economia

Governo avalia prorrogar auxílio emergencial com valor menor 

O governo considera prorrogar o pagamento do auxílio emergencial até maio do ano que vem. A proposta é que o benefício seja reduzido para um valor entre R$ 200 e R$ 300. O pagamento do auxílio está garantido até agosto. A proposta é vista com receio pelo Ministério da Economia e a medida precisa ser votada pelo Congresso. O governo está analisando as possíveis consequências políticas na popularidade de Bolsonaro caso o benefício seja extinto. Confira mais em UOL

Segundo INPC, a inflação registrou 0,44% no mês de julho 

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), órgão que contabiliza a inflação para as famílias com renda até cinco salários mínimos, registrou, no mês de julho, 0,44%. Em comparação aos meses anteriores, o mês de junho registrou 0,30%. Esse é a maior inflação para o mês de julho desde 2016, que registrou 0,64%. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Leia mais em Agência Brasil

Mercado financeiro estima queda de 5,62% na economia brasileira 

Segundo o boletim Focus, - publicado pelo Banco Central - a previsão do mercado financeiro para a queda da economia brasileira foi ajustada de 5,66% para 5,62%. Para o próximo ano, a expectativa é de crescimento de 3,50%. Quanto à inflação, para 2021, a estimativa permanece em 3%. A taxa Selic está em 2% e foi estabelecida pelo Comitê de Política Monetária (Copom). A expectativa é que a Selic encerre 2020 em 2% ao ano. Veja informações completas em Agência Brasil. 

Saúde


Um caso de reinfecção por Covid-19 é confirmado por pesquisadores da USP 

Uma pesquisa da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (SP), vinculada à Universidade de São Paulo (USP), detectou a existência de um caso de reinfecção por coronavírus, dentre 50 dias entre a primeira e a segunda confirmação do diagnóstico. Até agora, apenas um caso havia sido registrado nos Estados Unidos em condições semelhantes. O estudo mostrou que a paciente passou 38 dias sem manifestação sintomática, até ser confirmada uma segunda contaminação, apresentando uma evolução menor da doença. Leia mais em Brasil de Fato

Eduardo Pazuello diz que lamenta as vidas perdidas pela Covid-19 

Em nota, a assessoria de imprensa do Ministério da Saúde diz que o ministro interino, Eduardo Pazuello, lamenta por todas as vidas perdidas para o novo coronavírus. O ministro reforçou o trabalho com estados e municípios para o combate do vírus, para que não falte leitos, recursos, medicamentos e apoio a equipe de saúde. Pazuello disse que cada vida perdida não se trata de números, mas de vidas que afetam famílias, amigos e todos do convívio social. Leia mais em G1

Pesquisadores apostam em estudos genéticos para conter a Covid-19 

A genética tem sido usada como uma das principais armas no combate à Covid-19. Com ela, os cientistas têm conseguido identificar variações de cepas do novo coronavírus e seus pontos fracos. Ele acreditam, também, que os estudos feitos com base no estudo do DNA humano podem ajudar a revelar quais pessoas são mais vulneráveis a essa nova enfermidade. Atualmente, o grupo de pesquisa avalia cerca de 500 amostras de brasileiros com a Covid-19 para entender como o vírus tem se modificado. Veja a reportagem completa em Correio Braziliense.

Até a próxima!
Equipe CN.

0 comentários