Resumo da semana de 27 a 31 de julho


Confira o que aconteceu nesta semana entre os dias 27 a 31 de julho. As reportagens completas dos resumos que selecionamos podem ser acessadas através do link no final de cada resumo. 

Política


Bolsonaro causa aglomeração no Piauí 

O presidente Jair Bolsonaro retomou a agenda após ter se recuperado da Covid-19. Ele participou, nesta quinta-feira (30), da cerimônia de acionamento do Sistema Integrado de Abastecimento de Água em Campo Alegre de Lourdes, na Bahia. Ao chegar ao aeroporto de São Raimundo Nonato, no Piauí, Bolsonaro montou em um cavalo, em meio a uma aglomeração de apoiadores, e retirou a máscara higiênica que utilizava. Depois cumprimentou os apoiadores com apertos de mãos. Leia mais no Correio Braziliense.

Coalizão Negra por Direitos irá entregar pedido de impeachment contra Jair Bolsonaro 

A Coalizão Negra por Direitos reuniu cerca de 150 organizações e coletivos do Movimento Negro no Brasil para anunciar que irá propor um pedido de impeachment contra o presidente da república, Jair Bolsonaro. Em nota, a organização alega que os “crimes de responsabilidade pioraram a política de genocídio contra a população negra” no país, além da falta de medidas emergenciais do Governo Federal no combate ao coronavírus no Brasil. Leia mais no portal UOL.

Ministério do Meio Ambiente vai ajudar no combate aos incêndios no MT 

Cerca de 100 brigadistas e dois aviões agrícolas devem ser enviados para ajudar no combate aos incêndios florestais no Mato Grosso. O início da operação, realizada pelo Ministério do Meio Ambiente, deve começar na segunda ou terça-feira. O custo ficará em torno de R$3 milhões. O bioma do Pantanal sofre com incêndios em diversos locais. Confira a matéria completa no Poder 360.

Economia


Receita paga R$5,7 bi em restituições de Imposto de Renda nesta sexta (31) 

A Receita Federal credita, nesta sexta-feira (31), R$5,7 bilhões em restituições de Imposto de Renda para 3.985.007 contribuintes do terceiro lote. Para consultar se a declaração foi liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita Federal na internet. Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contatar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento para seguir com os procedimentos necessários. A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Veja mais informações na Agência Brasil.

Senado aprova MP que facilita acesso a crédito a pequenas e médias empresas 

O Senado aprovou, na quarta-feira (29), a Medida Provisória 975/2020, que cria o Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac). O programa tem por objetivo facilitar o acesso a crédito, a fim de auxiliar as pequenas e médias empresas a manterem-se funcionando frente ao agravamento da crise econômica por causa da pandemia. A medida destina crédito a empresas que tenham tido receita bruta superior a R$ 360 mil e inferior ou igual a R$ 300 milhões em 2019. O projeto segue para sanção presidencial. Leia mais na Agência Brasil.


Banco Central anuncia nota de R$200 

Na quarta-feira (29), o Banco Central anunciou a nova nota brasileira. O lobo-guará irá representar a nota de R$200, e essa é primeira vez, desde 2002, que um novo valor é instituído na economia brasileira, fazendo parte das raras mudanças desde a circulação do real. A última mudança foi a circulação dos novos modelos das notas, já existentes, de forma mais segura e moderna, com tamanhos diferentes e de fácil identificação quando alteradas. Leia mais em G1.

Saúde


Governo do Paraná assina termo para produzir a vacina contra o coronavírus 

O governador Carlos Massa Ratinho Júnior assinou, na terça-feira (28), o termo de confidencialidade com a empresa estatal chinesa Sinopharm, possibilitando a realização da terceira fase de testes da vacina contra a Covid-19 no estado. A expectativa é que o processo comece em agosto. A parceria para iniciar a testagem e a produção, no caso da manutenção dos resultados favoráveis, da vacina será possível por meio do Instituto de Tecnologia do Paraná. Confira mais sobre o acordo na Agência de Notícias do Paraná.

9,8 milhões de testes estão parados por falta de insumos 

O Ministério da Saúde, após quase seis meses do decreto de estado de emergência, tem guardado cerca de 9,85 milhões de testes que não foram distribuídos por falta de insumos. Até o momento, 5 milhões de unidades foram entregues pelo Governo Federal aos estados e municípios, no entanto, chegaram faltando componentes para a realização. O principal motivo desses quase 10 milhões de testes parados é a falta de insumos usados nos laboratórios para processar as amostras. Leia a matéria completa no portal do Estado de Minas.

Saúde abre consulta pública para receber sugestões sobre protocolo para tratamento de obesidade 

O Ministério da Saúde abriu, na quarta-feira (29), uma consulta pública para receber contribuições sobre o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) do Sobrepeso e Obesidade em adultos. A ação ficará disponível até 10 de agosto. O protocolo tem informações sobre prevenção, diagnóstico e tratamento da condição de sobrepeso e obesidade. Confira mais informações na Agência Brasil.

Até a próxima!
Equipe CN.

0 comentários