Resumão final de semana #10


Os resumos abaixo são do último final de semana, dias 25 e 26 de julho. No final de cada resumo você pode conferir a matéria completa no veículo de comunicação, clicando no link. 

Política 


TSE adota medidas para impedir fraudes em cota feminina 

A Justiça Eleitoral pretende inibir fraudes nos partidos adotando uma posição mais rígida em relação às candidaturas femininas, as quais precisam cumprir a determinação de que 30% dos concorrentes a vagas no Legislativo sejam mulheres. Para isso, os pedidos terão que estarem autorizados por escrito por todas as candidatas, a fim de provar que estão realmente interessadas em concorrer e não foram indicadas pelo partido para cumprir a cota feminina. As eleições deste ano serão as primeiras em que estará valendo uma resolução que permite ao juiz derrubar uma lista inteira de candidatos a vereador antes da votação, caso a irregularidade seja constatada. Confira mais no Terra

BID apresenta propostas para o retorno das aulas 

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) apresentou um documento com propostas de medidas de prevenção da pandemia da Covid-19 para locais que estão definindo voltar às aulas. O texto sugere começar com as séries iniciais, com o argumento de que as crianças menores precisam de mais ajuda dos professores. Outros pontos apresentados no documento são relacionados ao distanciamento social e a desinfecção das unidades escolares. Confira a matéria completa na Agência Brasil

Presidente do STJ testa positivo para coronavírus 

João Otávio de Noronha, presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), teve resultado positivo do teste de Covid-19. Segundo a assessoria de imprensa do tribunal, o ministro está sem sintomas e seguirá responsável pela Corte até o fim da próxima, mas em casa. João Otávio tem 63 anos e está na faixa etária de risco para o coronavírus. O ministro é autor da ordem de soltura do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício de Queiroz, que também é do grupo de risco para o coronavírus. Leia mais no portal do G1

Economia 


Contratos intermitentes crescem em meio a pandemia 

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), nos contratos intermitentes foram criadas 2,4 mil vagas. Ainda que o mês anterior tenha fechado no vermelho, devido a pandemia, essa modalidade acumula um saldo positivo de 16 mil vagas no ano. O contrato intermitente permite que as empresas chamem os funcionários apenas quando há demanda e, assim, paguem somente as horas efetivamente trabalhadas. Essa modalidade interessou aos empresários com a flexibilização da quarentena, no entanto, a instabilidade da relação mais flexível preocupa entidades trabalhistas. Leia mais no Correio Braziliense

Home office e vendas online devem permanecer no pós-pandemia 

Segundo o levantamento do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), mais de 50% das empresas que adotaram novas medidas por causa da Covid-19 devem manter essas mudanças no pós-pandemia. O trabalho remoto (home office) foi adotado por 83% para as atividades administrativas e o comércio pela internet aumentou para 62%. Veja dados completos na matéria do Poder 360. 

Recuperação rápida da economia é descartada por Affonso Pastore 

Ex-diretor do Banco Central, Affonso Celso Pastore, descartou a possibilidade de recuperação rápida da economia brasileira e alertou para queda rápida, caso haja uma possível guinada. O discurso é contrário ao do atual presidente do BC, Roberto Campos Netos. Pastore disse que a recessão econômica será completamente diferente de outras crises que o mundo já enfrentou, e que a única saída seria o isolamento da população. Leia mais em Poder 360

Saúde 


Estudo mostra que quarentena reduziu a transmissão do coronavírus no Brasil 

A revista Science publicou um estudo realizado por instituições brasileiras e britânicas que mostra que as medidas de isolamento social reduziram pela metade a transmissão do novo coronavírus nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. No entanto, o contágio voltou a crescer com a flexibilização do isolamento social. Os pesquisadores alertam para a urgência na adoção de medidas para frear o avanço da doença. Confira os resultados da pesquisa e a trajetória do vírus no Brasil no DW


Vacinação contra a Covid-19 em 2021 é uma das apostas da Fiocruz 

Segundo a vice-diretora de Qualidade da Fiocruz, Rosane Cuber Guimarães, a aposta é na vacinação inicial contra a Covid-19 em fevereiro de 2021 para os grupos de riscos e, a partir daí, a produção nacional das doses para a população em geral. Os resultados positivos da Universidade de Oxford sobre a futura vacina elevaram o otimismo ao redor do mundo. O Brasil foi escolhido para a testagem de fase 3 da pesquisa, sobre eficácia da vacina, e estão sendo administradas pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Matéria completa em Agência Brasil

Estudante paranaense desenvolve respirador emergencial de baixo custo 

O estudante de engenharia civil da PUC-PR, Robson Muniz, desenvolveu um respirador emergencial de baixo custo utilizando componentes nacionais. O preço médio do equipamento é de R$2,5 mil. De acordo com Muniz, a proposta foi desenvolver um aparelho acessível que possa servir em postos de saúde, hospitais e outros locais, auxiliando no atendimento a pessoas infectadas pela Covid-19. Seguindo todos os requisitos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o estudante aguarda esta semana a certificação da agência para que possa buscar investidor interessado em produzir o aparelho em escala. Confira mais sobre o aparelho na matéria da Agência Brasil.

Até a próxima!
Equipe CN.

0 comentários