Resumão final de semana #05


Os resumos abaixo são do último final de semana, dias 20 e 21 de junho. No final de cada resumo, você pode conferir a matéria completa do jornal clicando no link. 

Política 


Mário Frias é nomeado secretário de Cultura 

O presidente Jair Bolsonaro nomeou, na última sexta-feira (19), o ator Mário Frias como novo secretário especial de Cultura. Ele vai liderar a Secretaria Especial de Cultura, vinculada ao Ministério do Turismo, sucedendo a atriz Regina Duarte. A nomeação já está publicada no Diário Oficial da União. Em cerca de um ano em meio da gestão de Bolsonaro, Frias tornou-se o quinto secretário especial de Cultura. Pedro José Vilar Godoy Horta, ex-chefe de gabinete de Regina Duarte, foi nomeado secretário-adjunto da pasta. Leia mais no DW


Eleições municipais podem ser adiadas por causa da Covid-19 

Devido à pandemia do novo coronavírus, as eleições municipais podem ser adiadas. O Congresso vota nesta semana e o Senado analisa o tema amanhã (23). O motivo do adiamento é evitar as aglomerações que podem ser causadas pelo processo eleitoral e, assim, evitar a disseminação da Covid-19. A ideia é que as eleições sejam prorrogadas para dezembro. A mudança precisa ser feita mediante à uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que já foi apresentada. Confira mais no Poder 360. 


Secretário da educação do Paraná é cotado para assumir o Ministério da Educação 

Integrantes do governo de Jair Bolsonaro estão analisando o secretário da educação do Paraná, Renato Feder, para assumir o cargo de Ministro da Educação. Feder faz parte do governo de Ratinho Junior, do PSD. O ex-ministro Abraham Weintraub deixou o governo na última quinta-feira (22). A expectativa é que o governo anuncie a decisão amanhã (23). Confira mais na matéria do G1.

Economia 

Quarentenas ‘ioiô' geram incertezas e atrasam a retomada da economia

Curitiba e Porto Alegre recuaram nas regras de afrouxamento da quarentena na última semana. As duas capitais haviam começado a permitir o funcionamento de atividades não essenciais. No entanto, em cidades em que a doença está controlada, registrou-se uma aceleração no contágio e internações em UTI após a retomada de atividades e diminuição do isolamento social. As constantes interrupções nas atividades econômicas podem se tornar comum em um futuro próximo, adiando a retomada da economia brasileira. Em países onde foi adotado uma política rígida de isolamento, que só foi diminuída após uma queda significativa de casos, foi possível voltar às atividades sem ter que fechar novamente. Leia mais no EL PAÍS

Projetos sociais ajudam pequenos agricultores e famílias de baixa renda 

Projetos sociais visam ajudar pequenos agricultores e famílias de baixa renda, que foram impactados pela crise da Covid-19. Entre esses projetos, existe o Campo Favela, do Instituto de Ensino e Pesquisa de São Paulo (Insper), que passou a arrecadar dinheiro na internet para comprar os produtos dos pequenos agricultores e levá-los para as regiões mais pobres de São Paulo. Ao todo, já foram beneficiadas 250 famílias de agricultores e 23 mil lares de baixa renda. Confira a reportagem completa no G1

Bolsonaro diz que o governo não conseguirá manter o auxílio de R$600 e irá negociar com o Congresso um novo valor 

O presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje, durante uma entrevista, que a “União não aguenta outro desse mesmo montante que por mês custa cerca de 50 bilhões de reais. Se o país se endividar demais, vamos ter problema”. Ele ainda ressaltou que “Vai ser negociado com a Câmara, presidente da Câmara, presidente do Senado, um valor mais baixo e prorrogar por mais dois meses, talvez a gente suporte, mas não o valor cheio de 600 reais”. O valor renegociado será referente à quarta e quinta parcelas. Confira mais na matéria da Exame.

Saúde 

Dificuldade em comprar testes de Covid-19 afasta Brasil da meta de testagem 

A compra emergencial de 12 milhões de testes rápidos da Covid-19 está bloqueada no Ministério da Saúde. A ação foi anunciada em 20 de abril e não tem previsão de data para a conclusão. O processo pode ser cancelado devido a possíveis irregularidades. O laboratório Abbott era o preferido para produção dos testes após registrar o produto na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No entanto, sem licitação, argumentando ser emergencial, a compra gerou desconfiança dentro no Ministério da Saúde. Caso ocorra a desistência, a meta de realizar 46,2 milhões de testes ficará mais distante. Confira mais em CNN Brasil

Pesquisadores chineses iniciam 2ª fase de testes de vacina 

De acordo com o Instituto de Biologia Médica da Academia Chinesa de Ciências Médicas, a segunda fase de testes de uma possível vacina para a Covid-19 foi iniciada por pesquisadores chineses, analisando a dose necessária da vacina e avaliando, também, sua eficácia e segurança. Cerca de dez vacinas estão sendo testadas em humanos no mundo todo, no entanto, nenhuma progrediu para a fase 3. Veja mais no G1

* Para entender mais sobre as fases de uma vacina, leia nossa reportagem


Voo da China, carregado de máscaras, chega ao Brasil 

Chegou hoje, no país, o 25° voo trazendo equipamentos de proteção individual (EPIs) para auxiliar no combate a Covid-19. O voo veio da China, carregando 6.958.000 milhões de máscaras cirúrgicas e do tipo N95 para serem enviadas aos governos estaduais. O Ministério de Infraestrutura falou que vai fretar mais de 40 voos para transportar a carga. Confira mais na matéria da UOL.

Até a próxima!
Equipe CN.

0 comentários